Mas afinal, porque o dólar está tão alto em relação ao real? por vários de fatores, que vamos tentar explicar a você da forma mais simples possível.

A redução da taxa de juros pelo Banco Central fez com que investidores buscassem outros mercados, com taxas mais atraentes. Isso diminuiu a busca por reais e aumentou a busca por dólares, puxando o valor da moeda para cima.

Além disso, a pandemia e o cenário político ajudaram. Uma das atitudes dos governos nessas situações é reduzir taxas de juros. Com o Brasil, não foi diferente.

Qual o impacto disso? dólar alto impacta nas exportações, nas importações, na inflação, nas compras em viagens e nas dívidas contraídas em dólar.

As altas do dólar em relação ao real sempre fizeram parte dos noticiários. E o fato de isto ser bom ou ruim, depende de quem se beneficia ou perde. Veja a seguir:

Para quem exporta (é bom!) – A desvalorização do real beneficia quem vende seus produtos para fora do Brasil, pois ficam mais competitivos.

Para quem importa (é ruim!) – Empresas cujos produtos dependem de insumos comprados fora do Brasil ou mesmo comercializa produtos acabados, passam trabalho, pois pagam mais caro. Consequentemente, o consumidor final também paga mais caro ou deixa de comprar.

Para quem viaja para o exterior (é ruim!) – Porque, com real desvalorizado, na conversão, tudo o que se compra fora do Brasil, cotado em dólar, fica bem mais caro.

Para quem produz para o mercado interno (É bom!) – Se há redução nas importações, a demanda se volta para a indústria do Brasil. Produtos feitos aqui e menos dependentes de insumos importados, tendem a ser mais baratos para o consumidor.

Para quem viaja dentro do Brasil (É bom!) – se lá fora tudo fica mais caro, é a oportunidade de fazer turismo aqui dentro, ainda que, com o aumento da procura, os preços em real tender a aumentar.

Agora, ficou mais fácil de entender o que quer dizer quando o âncora do seu jornal favorito diz: “E o dólar subiu mais uma vez…”?

Vamos torcer para que o preço do dólar fique mais estável, pois é um dos indicadores de previsibilidade econômica do nosso país. Para acompanhar este índice, clique no link do Banco Central e mantenha-se informado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.