Como muitos dos mitos e verdades mais acessados na internet, esta é uma pergunta frequente: afinal, a nota paulista aumenta o score de crédito? Vamos esclarecer este e outros mitos do score de crédito.

A resposta é NÃO.

Informar nas notas ficais de compra o seu CPF não vai causar qualquer efeito no comportamento do seu score de crédito. Isto porque os birôs de crédito não levam em conta esta informação em análises de comportamento de consumo.

E, quando falamos de Nota Paulista, estamos falando exatamente do que?

Quando realizamos uma compra, informamos o nosso CPF ou CNPJ. O número vai para a Secretaria da Fazenda (SEFAZ), junto com o valor da compra. Com isso, em compras acima de 25 reais, até 30% do valor recolhido em ICMS retorna ao comprador em forma de créditos ou abatimentos (no IPVA, por exemplo). Informar o CPF ou CNPJ é sempre opcional.

Quando falamos de Score de crédito, estamos falando de histórico de comportamento de pagamentos. Com pontuações que vão de 0 a 1000, o Score de crédito sinaliza o mercado sobre o maior ou menor risco de inadimplência.

Veja abaixo alguns mitos (assim como a Nota paulista) sobre Score de Crédito:

  1. O score muda assim que eu regularizo minhas dívidas – não é bem assim. Segundo o site do Serasa, leva um tempo para que a pontuação melhore.
  2. Quem ganha mais tem score melhor – outro mito. Os birôs avaliam histórico de pagamentos, o que não tem diretamente a ver com o quanto a pessoa ganha.
  3. Ter nome limpo é garantia de score alto – NÃO. Pois o Score é o resultado de ações dentro de uma linha de tempo. Portanto, dívidas antigas podem influenciar no score.
  4. Se meu CPF for consultado com frequência, cai o score – não é verdade. As consultas acontecem por empresas que contratam os birôs. Esses atos não mexem no seu score.
  5. O score pega todo o meu histórico de pagamentos – NÃO. Pela lei, após cinco anos, as dívidas prescrevem, não entrando, portanto, no histórico do Score.

Agora que você já sabe o que efetivamente impacta no Score e o que é mito. Para saber mais, pode acessar o Serasa.

Para saber mais sobre ofertas de crédito que cabem no seu orçamento, acesse a SelfCred.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.