Depois de um longo período em que o dólar apresentava um valor altíssimo, impedindo viagens e tornando o valor de diversos itens muito mais alto, finalmente tem-se registrado uma queda.

São semanas de decréscimo seguidas, incentivando economistas a investirem na moeda e dando esperanças em relação à economia brasileira.

Mas, o que explica essa queda absurda do valor da moeda americana? Qual será o limite para a desvalorização dela? Nós responderemos a essas perguntas a seguir!

Por que o dólar está se desvalorizando perante ao real?

São vários fatores que têm ocasionado a queda do valor do dólar, e esta só é explicada através da junção de todos eles. Porém, ressaltamos que essa desvalorização do dólar é referente principalmente ao real, devido a fatores que envolvem a economia brasileira. Em outros países, a diferença não está sendo tão radical como é aqui.

Tendo isso dito, sigamos para os fatores!

Atratividade dos títulos públicos

Aumentos súbitos da inflação nos últimos anos, por diversos motivos diferentes, obrigaram o Banco Central a aumentar a taxa de juros do Brasil, que é, hoje em dia, a maior já alcançada pelo país.

Dessa forma, a Selic, ou taxa básica de juros da economia, ganha a perspectiva de chegar a 13%. Isso é excelente para investidores, que trazem o dólar para o país com o propósito de fazer seu dinheiro render. Assim, quanto mais dólar trazido para a economia brasileira, maior a valorização do real.

Barateamento das ações

Devido à pandemia, ocorreu uma queda considerável no preço das ações perante a alguns outros países. Isso, na prática, significa que a economia brasileira possui grandes potenciais, e investir nela sai por um preço relativamente baixo.

Assim, tem-se grande possibilidade de lucro para os investidores, uma vez que quem atrai os dólares para o país passa a ser os ativos financeiros. Caracterizando, dessa forma, uma inversão no fluxo de movimento cambial do país.

Com tantos investimentos nas ações e na bolsa em si, a moeda brasileira está se valorizando, ou valendo mais dólares.

Guerra na Ucrânia

Não é segredo para ninguém que os Estados Unidos possuem longos anos de conflito com a Rússia, antiga União Soviética. Dessa forma, uma guerra que envolve a potência mostra-se extremamente favorável para a interferência americana.

Assim, os investidores, por temerem o envolvimento dos Estados Unidos na guerra, optam por diversificar um pouco seus investimentos, evitando possíveis prejuízos decorrentes da guerra. Graças aos itens anteriores, o Brasil torna-se uma ótima opção de se aplicar dinheiro, o que valoriza mais ainda a nossa moeda.

Até quando o dólar pode cair?

Essa pergunta não possui uma resposta certa, uma vez que há diversos fatores mundiais que implicam diretamente na valorização do real. Entre eles, o fim da pandemia, a crise de energia, a alta no valor do barril de petróleo e dos commodities essenciais, entre outros.

Assim, enquanto esses pontos não se resolverem, a previsão é que o dólar permaneça no valor de R$4,50, aproximadamente.

Porém, cabe a você aproveitar essa oportunidade, que tem grandes chances de se encerrar em breve, e investir o quanto antes na compra do dólar. Este investimento poderá lhe render muito no futuro!

Conte conosco, da Selfcred, para fazer empréstimos pessoais com o propósito de comprar dólar. Dessa forma, você pode investir nessa moeda enquanto o real está valorizado. Isso será seu maior aliado a longo prazo, tendo em vista a tendência certeira de valorização do dólar pós estabilidade da guerra.

Nós possuímos acesso a diversas instituições de crédito que oferecem múltiplas opções. Uma delas pode atender ao que você precisa, sem juros absurdos e com o maior propósito de te auxiliar na sua jornada financeira!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.